Programa Forests

Início » Iniciativas » Programa Forests
#12664d

 

O desmatamento responde por 15% das emissões mundiais de gases de efeito estufa, o equivalente ao setor dos transportes inteiro. O principal motor do desmatamento no mundo é a mudança do uso da terra  e a agricultura. Os desafios para conter o desmatamento, as mudanças climáticas e a pobreza estão intimamente ligados. A manutenção dos recursos florestais e florestas tropicais nos países em desenvolvimento apresentam uma rápida vitória aos decisores políticos que trabalham contra na mitigação das alterações climáticas através da promoção de um desenvolvimento de baixo carbono. A não conversão de florestas para uso agrícola juntamente com a promoção de práticas agrícolas eficientes, não só atua para limitar as emissões de carbono, como também ajuda a absorver o dióxido de carbono. Governos esclarecidos agora veem florestas como fixação de um recurso de valor, o que assegura a subsistência de milhões de pessoas, garantindo simultaneamente um clima estável e diversos recursos naturais para as gerações futuras. Devido ao valor do capital de carbono, natural e de subsistência, mais governos estão mantendo a sua cobertura florestal remanescente.

Foco do programa 

O principal motor do desmatamento no mundo é a mudança do uso da terra em favor da agricultura. O desmatamento é responsável por 10-15% das emissões de GEE globais (equiv. sector de transporte). Combater o desmatamento é fundamental para a mitigação das mudanças climáticas. O Programa auxilia as empresas e seus investidores a entender e mitigar a sua exposição aos riscos de desmatamento por meio da utilização de cinco commodities agrícolas: produtos de madeira, óleo de palma, soja, gado e biocombustíveis. Essas commodities são os geradores de receita nas cadeias de inúmeras empresas em todos os setores e apresentam oportunidades bem como riscos regulatórios, de reputação e operacionais de abastecimento. Veja o último relatório aqui. 

Quem solicita informações sobre desmatamento?

Em 2015, 298 investidores signatários com US$ 19 trilhões em ativos solicitaram o relato no programa.

Quem recebe o pedido de informações?

700 das maiores empresas globais são escolhidos com base em critérios económicos e ambientais:

  • Empresas filtradas do MSCI All Country Index com capitalização de mercado superior a US$ 2bi de acordo com seu impacto conhecido ou antecipados sobre os cinco mercadorias através da produção, comércio ou aquisições,
  • Empresas privadas com um grande impacto na cadeia de valor dessas commodities.

Importância da participação das empresas

  • Demonstrar aos investidores uma abordagem proativa no sentido de abordar o risco de desmatamento nas operações e na cadeia de valores
  • Estabelecer gestão de riscos e melhorar a resiliência da cadeia de fornecimento da empresa
  • Identificar oportunidades associadas ao abastecimento de commodities sustentáveis
  • Manter-se atualizado sobre os desafios globais de commodities
  • Compreender e medir o desempenho e progresso.

Quem tem acesso aos dados?

O CDP disponibiliza pleno acesso sobre os dados corporativos florestais aos 298 investidores signatários que desejam entender como as empresas estão lidando com a sua exposição ao risco de desmatamento. Leia o ultimo relatório aqui. Solicite o seu acesso aos dados: rebeca.lima@cdp.net ou carla.schuchmann@cdp.net 

Material de Apoio

Questionário Forest 2016 - em português

 

Português, Brasil